domingo, 17 de junho de 2012

André Filipe


Eu olho pelo vidro,
E perco a conta do tempo que havia passado.
Não sei se viajo em minha mente, ou se o corrido tempo me faz adormecer;.
Penso repentinamente se seria sempre assim,.

Se adormeço em seu olhar, porque não acordo em seus braços.
Porque o tempo se arrasta sem você aqui.;
As estrelas somente brilham quando seu olhar ilumina a escuridão.
E se elas mentem, pois me dizem que um dia voltará;

E quando elas mentem, minha mente subtrai.
Num suspiro desapego de meu pensamento
E percebo que era tudo falso,
Não tenho mais tempo para pensamentos.. nem mentiras.

Ass.:André F. 
: ]

Nenhum comentário:

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...