quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Vulto cotidiano

Uma vida comum pra ocupar a mente,
Gastrite, enxaqueca
Um segundo sequer pode se dar ao esmo
Olhar adolescente o mesmo

Acorda cedo, zonzo ja pra não pensar
Toma teu café,  banho se arrume e saía
O horário do ônibus não pode passar
Você tem 10 minutos

Sabe, um instante pode mexer contigo , revirar
Te deixa confuso , sem o que fazer
Longe do alcance sem saber porquê

A correria da vida comum,
Trabalhar, estudar , comer dormir
Nos faz comuns passando por instantes extraordinários

A paixão é um vulto no cotidiano ordinário.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Dias iguais

De todos os pesadelos que se pode ocorrer a um sonhador é o cotidiano
Espaço repetitivo de ano em ano,
São dias iguais
O mesmo ônibus, a mesma multidão, os mesmos sinais
De olhos, de bocas, de cansaço de reclamação

São todos os pesos no ombro
São todas noites escombro do cansaço
O tempo que te engole
Que te suga esperança
Cansa ...

Estudar com a mente cansada de absurdo,
Respeitar a tudo e todos, se fingir de surdo .
Não sei o que fazer quando perco o alto, o baixo, o chão.
Só sei que poesia não pode ser solução

Ou pode, não sei ...

Aonde pode haver justiça?
Aonde pode haver comTanta impunidade? , tanto poder por poder
Tanto erro, tanto que não sobreviveu o jovem para mudar
O jovem se entorpece fingindo não ver
O lugar que em volta tem um devorando o outro.

A única coisa que me entorpece é a poesia ,
Enquanto em volta o barulho me assusta
A única coisa que me entorpece e anestesia
Enquanto em volta tudo me olha pra destruir.

O sonho é viver na poesia mesmo em volta parecendo tudo pesadelo.

(Eber Vasconcelos)

quinta-feira, 19 de setembro de 2013


Toda vez que me encontra se mostra em amor , como uma mulher que oferece tua cumplicidade . 
É um despertar de luz no meio do preto e branco do dia-a-dia, única mulher que sorri dessa forma quando me vê, como se fosse Senhor do mundo e ela fosse minha Pequena, pra estar comigo vendo tudo e rindo de tudo e todos. 
Divertindo-nos , provocando-nos, deleitando ... vivendo , e até gostando de te fazer um pouco de mal, porque seu bem, ou até mesmo sua dor me traz mais força,mais tesão,mais amor.
(EBER VASCONCELOS)

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...