sábado, 25 de setembro de 2010

Falta de interesse


Perdi o gosto de escrever,
o gosto de ler,
o gosto de ser.

Nada me completa e
Não sou completo em nada.

Só a mágoa está devidamente evoluida,
De restante... Só uma alma recolhida.

De tantos projetos inacabados,
(O motivo pode ser desânimo ou desinteresse)
Restou-me o vazio de sempre buscar.

Estar é mais fácil que ser.
Mas o quanto é complicado estar sem ser...

Uns dizem "estar" porque têm um propósito a cumprir,
mas,a propósito, somos conscientes dele?
Ele faz ser quem somos, ou a busca de o encontrar é o que nos molda a ser quem somos?

Ser sem estar, vagar por mundos alternativos,
Viver sem ser nativo de nenhum lugar.
Fazer-se  nômade sem lar.

Assim como comecei... terminarei.
Concluindo a falta de sabor de minha vida.
Consciente das várias iguarias que poderia provar.
Porém, fico nisso, feijão com arroz, comendo a simples monotonia.
E deixando os sabores irreverentes pra quem tem coragem de enfrentar todas as suas digestões inusitadas.

(Eber Vasconcelos)

domingo, 19 de setembro de 2010

Fragmentos de um poema inacabado

Os versos em uma poesia se unem de maneira espontânea,somos nós .
Quem sabe...?
Sou poeta,me prendo às sensações e elas libertam,me fazem um homem diferente.
Eu posso compartilhar minha liberdade?

Seus olhos são realmente doces,sua boca é rosada.
Ou  tudo é uma sensação poética que o seu rosto me trouxe a pensar?...
Pode ser que eu esteja começando meu processo criativo,
Pode ser  o meu imaginativo de mulher  observado ao calar da noite.

Mal a conheço...  pode ser uma loucura...
Algo passou e me fez pensar em um sonho bom.
Distante...
Sem perceber, esqueço ...
Parece-me a noite e com ela pareço descansado.

Nada disso mais se faz entender.
Hoje o seu abraço já não comporta o meu universo.
E todo verso já não se encontra,parece preso ao ar.
Livre dos pulmões... ele passa....
NADA irá preencher o seu lugar!

Admiro estático, o vento a soprar...
(Eber Vasconcelos)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Parasita de almas

Ele é um verme parasita que se instalou
 Em seu cérebro e ficou.
 Se alimenta de suas fantasias, sonhos e de toda sua energia vital.
 Não adianta tentar se livrar dele,prendeu-se a sua coluna vertebral.

 E quando te avistou, sabia que você era o nascimento de tudo que lhe faltava.
 Era toda criação de seu pensamento que se concretizava.
 Toda essa energia positiva ele está sugando com suas presas gosmentas
 E salivantes.

 Sua alma é medíocre, por isso necessita te explorar.
 E o que você tem de bom, nunca irá recuperar.
 Por mais que lute ele não vai te deixar.

 Quando se apoderou de sua vida, era tudo tão divertido.
 Você sorria, falava mansamente e usava vestido.
 Mas você já não suporta essa dor,
 Esse é ele corroendo sua mente...

(Eber Vasconcelos)

sábado, 4 de setembro de 2010

Juízo perfeito

As atitudes nascem do pensamento,queira você ou não.Você acha que tem juízo perfeito,por que suas ações não fazem juz a tal superioridade?Esses sábios da modernidade...vivem "sabendo" o que fazem,uma sabedoria um tanto quanto torta,pois não mudam nada!Eu admito não ser sábio,nem são,eu caminho pela vida tateando o chão com medos e muita coragem pra seguir em frente,sem certezas.Essa manhã está radiante, o sol brilha ao meu olhar,vou viver sem juízo perfeito mais sempre querendo amar o próximo momento sem mesmo ter certeza de qual será.
(Eber Vasconcelos)

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...