Sobre o Autor

 Tudo bem... Digamos que pareça pretensioso falar de si mesmo.Contudo,acho louvável falar na terceira pessoa.É tão difícil si ver de fora,enxergar um homem em busca de respostas.O autor que por vezes escreve nesse blog de visitas modestas sabe que as palavras tem certos poderes tanto nas reações quanto na compreensão das pessoas.Porém quando tudo começou,um blog com uma única imagem,todo em tons de preto e cinza,os objetivos eram confusos e as respostas não vinham de jeito nenhum.
 Era uma noite fria,daquelas em que a solidão parece lhe apertar e encarar friamente seus olhos.Surgem dois textos de apresentação: Idealização(soneto considerado pelo autor como romântico-idealista) e Confusão(uma definição estranha de amor). Aliás,confusão foi a grande chave pra o início,as sensações se misturavam tanto que o poeta perdia controle ao escrever.
 Já se passaram algum tempo desde a criação deste mundo.Pessoas são conhecidas,certos reconhecimentos,espaços para publicação de outros autores.Sabe,nunca se tinha imaginado que isso ia tomar a dimensão que tomou,mesmo essa dimensão sendo tão modesta.
 Hoje as palavras são livres,mas os pensamentos parecem presos.Privilégio é ter suas palavras identificadas com muitos de regiões do mundo e de mundos diferentes.O Anjo Triste(texto poético) transformou-se na figura estandarlizada que protege a todos os leitores e os abraça num momento em que tudo parece indiferença.
 Espero ter falado um pouco sobre o autor,ou de mim,si ver de fora é difícil,mais fácil é si julgar sempre o melhor por conclusões montadas.


Inspirações dos textos(loucura particular)
Sou muito mais alma do que corpo.
As palavras fogem quando o coração palpita e me deixa tonto,às vezes escrevo atordoado mesmo,com o coração a disparar,as palavras então se atropelam mas saem de certa forma...(EBER VASCONCELOS)

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...