terça-feira, 9 de novembro de 2010

Estrangeiros dos mesmos olhares

Nossos olhares nunca mais se entenderam
Como nos tempos que antes
De qualquer fala haviam sorrisos apaixonantes.

Hoje sou decepcionado como ontem.
Ontem era tudo beleza,paixão que no entanto eram inalcançáveis.
Hoje o que é alcançável nada tem a ver com paixão,
A beleza parece-me um gosto ultrapassado.

O que é isso então?
Que incômodo habita entre nossos olhos?
Nem sei quem és atualmente
Ou nem sei quem sou.

Acho que somos dois desconhecidos nos reencontrando.
(Eber Vasconcelos)

Nenhum comentário:

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...