sábado, 7 de agosto de 2010

Homenagem à amada


As tolices mancham a vida,
Principalmente as dela.
Mesmices marcham à subida,
Lembro dessa cadela.

Um poeta nem sempre tem de ser encantador.
Seu amor,sim,sempre é dos mais sublimes.
Uma mulher indiferente nem sabe,por menos ainda,merece tais " crimes " .

A idiota mesquinha e capitalista
Desconhece arte ou qualquer linha idealista.
Se fosse humana entenderia que não se constrói nada com objetos futuramente deteriorados.
Se fosse nobre ,e não esnobe,entenderia o subjetivo fundamento da união.

Ela se acha a única estrela,
Contudo meu olhar poético abriga
Uma constelação muito maior do que possa compreender.

(Eber Vasconcelos)

2 comentários:

Bruninha disse...

Ainda bem que é AMADA

Eber Vasconcelos disse...

se fosse odiada ... estaria em outro texto. hahaha fazendo comédia...

Seguir por Email

Pesquisar este blog

Gostou? Leia mais ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...